02/11/2015 – ‪#‎horoscopo‬ ‪#‎efemerides‬

A sua sorte é a minha, a minha sorte é a sua.
Segunda-feira, dia 02/11, Dia dos Mortos. E a Lua em Câncer para nos lembrar dos nossos. Nos lembrar dos ossos sobre os quais nos apoiamos. O firmamento dos vivos apoia-se nas costas dos antepassados. Mas hoje é um dia para que todos andem lado a lado.
A Lua se afasta do sextil a Marte. Marte está em Virgem. O Ferreiro encontra-se no intestino do Mundo, moldando a força do caráter. Mas a Forja, hoje, descansa a brasa. Não há como separar ou ligar metais sem a ajuda dos nossos ancestrais. É preciso homenageá-los, esfriar a bigorna.
Um salve a William Lilly, outro a Vettius Valens!
O dia, aparentemente, se afasta de Marte. A Lua, no início da tarde, adentra o território do Leão, signo do Sol que se encontra em Escorpião, signo de Marte. A Lua busca Mercúrio que lá também está no signo do Ferrão. Mercúrio no signo de Marte, Marte no signo de Mercúrio. Mercúrio e Marte nos termos de Marte. A forja silencia no dia de hoje, mas a paixão continua a trabalhar, sorrateiramente. A rosa vermelha exala o Desejo. O desejo de ser merecedor do Amor.
O desejo de ser merecedor dos seus.
O dia e a noite buscam Mercúrio e depois Saturno: notícias sobre os que fogem da morte e acabam a encontrando. Notícias tristes dos refugiados retirantes. O refugiado sou eu, o refugiado é você.
Amanhã, terça-feira, dia de Marte, a Lua quadra o Sol em Escorpião. Lua Minguante. Chegou a hora de fazer o que é preciso. E só aos vivos é possível.
Bom dia, Saturnália.
*
João R. Acuio
foto: Jorge Luis Borges, exposição no Instituto que leva o seu nome, Bueno Aires
Foto de Saturnália – Astrologia & Cidade.

‪#‎efemerides‬

Ainda na próxima madrugada, isto é, antes do Dia dos Mortos nascer, Mercúrio ingressa Escorpião. Mercúrio no signo do Lacrau até dia 20 de novembro. Então, daqui a pouco, perto das 5h da madrugada, Mercúrio no signo de Marte. E Marte está no signo de Mercúrio. É o que chamamos de mútua recepção. Palavra afiada na faca. Faca afiada na palavra. Palavra que sai da boca é que nem flecha que sai do arco.
*
João R. Acuio
Foto de Saturnália – Astrologia & Cidade.

01/11/2015 – ‪#‎horoscopo‬ ‪#‎efemerides‬

Domingo, dia do Sol. Já a minha cidade está cinza da cor do chumbo de Saturno. A minha cidade é a Saturnália. Aonde vou encontro gente do mesmo metal.
A Lua encontra-se em Câncer, vai chover. A Lua vai ao signo do Mangue da Memória até amanhã, dia 2, Dia dos Mortos. Hoje é Dia de Todos os Santos.
A Lua encontra-se perto da Sirius, a alfa do Cão Maior (Sirius alinha-se a 14 do Caranguejo). E o Cão Maior é leal como um dragão. Sirius não late à toa. Sirius não sorri à toa. Guardar a porta da cidade é da sua responsabilidade. O Cão guarda a memória. E a memória pode ser letal. Certas lembranças tem parte com a loucura. A Lua caminha em seu próprio domicílio. O Cão guarda a sanidade, esta espécie de casa.
A Lua caminha pelo signo de Câncer. Lua a sessenta graus (sextil) de Júpiter, Vênus e Marte em Virgem. Os baús são abertos para serem revistos e limpos. Guarda-roupas são abertos para serem reciclados e renascerem. Está na hora de abrir o celeiro e compartilhar o que foi estocado. Livros e saberes parados em prateleiras criam germes. Para caminhar, só é preciso a companhia dos céus e da esperança nos próprios passos.
Este processo de distribuir o que se tem armazenado e de permanecer somente com aquilo que é necessário para poder bem caminhar, é pauta do trânsito de Júpiter nos campos da Virgem (Júp em Virgem, ago-2015 a set-2016). Aliás, é o que fazem os andarilhos e os refugiados que, por onde passam, deixam rastros e lastros do futuro. O ontem é a mãe do amanhã. Quem vem de lá não é meu inimigo.
Na minha casa sempre tem lugar para mais uma boca.
A minha sorte é a sua, a sua sorte é a minha.
Estamos todos sob o mesmo Céu.
Dia Primeiro de Novembro de 2015, Dia de Todos os Refugiados. O refugiado sou eu.
Bom dia, Saturnália. Faz Sol na sua cidade.
O Cão guarda o portão.
*
João R. Acuio
Foto de Saturnália – Astrologia & Cidade.

31/10/2015 ‪#‎horóscopo‬ ‪#‎efemérides‬

 

Manhã de sábado, dia de Saturno, mas a hora, agora, é de Júpiter. A Lua já está de volta ao seu domicílio, o signo do Caranguejo, que pinça a lama que é a memória do mundo para dela construir seu penedo.
A Lua no Caranguejo tem o Destino de guardar a memória ancestral e trazê-la à luz quando assim for preciso e necessário, é quem guarda o passado e seus dias, bem como os dias de sua família. É quem faz da lembrança uma história a ser contada; do seu choro faz uma armadura e do seu sangue, uma arma.
A Lua em Câncer caminha na direção do trígono com o Sol em Escorpião. Evocar o passado devolve a vida, lembrar o gosto do veneno cura o rancor que já virou ferida.
O solo do mangue é salgado como um mar de mágoas revoltas ou como a lágrima que só brota da emoção de se alcançar o perdão. O mangue acolhe e nutre o Caranguejo, mas também o peixe e o homem. Como escreveu Josué de Castro, “no mangue, tudo é, foi ou será caranguejo, inclusive o homem e a lama.”
Amparamos o Outro por meio daquilo de que somos feitos.
Olhar para a própria história com respeito é o bálsamo que a Virgem hoje sintetiza com o que extrai do ferrão do Escorpião.
Bom dia, bom dia.

– Letícia Helena C. Santa Cruz

Foto de Saturnália - Astrologia & Cidade.

SPICA

SPICA ou o signo da Virgem

“Diversificará em muitas formas uma mesma matéria-prima”.

1. Spica é o nome da estrela alfa da constelação de Virgem. Spica, em latim, significa ESPIGA. O signo da Virgem, em sua iconografia mais recorrente, é uma mulher-anjo que segura em uma das mãos uma ESPIGA ou um filete de trigo, frutos do trabalho do homem com o tempo e com a terra. A Spica, hoje, está alinhada no grau 24 de LIBRA. O grau 24 graus e 3 minutos da Libra, para ser mais exato, é onde a alfa de Virgem se alinha. Isso quer dizer que hoje qualquer planeta a esta altura de Libra tem sérias conotações virginianas, isto é, o anseio pela Ordem, pela Lei e pela a Sabedoria.

2. As alfas das constelações zodiacais concentram os atributos comumente atribuídos aos signos. Hamal, a alfa do Carneiro, por exemplo, que hoje está a 7 graus do Touro, guarda no crânio todo o impulso ígneo dos céus para atacar a qualquer momento o seu oponente. Ou a alfa do Leão, Regulus, que hoje está a 150 graus da eclíptica, isto é, a zero de Virgem, pulsa de fato a nobreza do coração do Leão, soterrados geralmente pela voracidade dos seus caninos. A Spica, a alfa de Virgem, por sua vez, concentra os atributos da prosperidade oriunda do trabalho, a humanidade das mãos guiadas pela a inteligência supra-humana e a natureza imaculada que há em todo ser humano.

3. Há um ditado africano que diz que todo grão de milho vai nu ao campo e, de lá, volta vestido e com a boa sorte. Matar a fome dos seus é uma dádiva a que, a priori, somos todos merecedores. No entanto, a disciplina e a inteligência virginianas, atributos que são necessários para que qualquer semeadura alcance o frescor e a fartura da maturidade, terão que ser conquistados sol a sol, honrando o suor dos céus e da própria testa. Enquanto uma mão, pela enxada do tempo, fica calejada, a outra, porta a espiga, pura, com a qual abençoará o pão e tudo o que tocar.

4. Virgem nos remete ao sagrado e ao segredo do trabalho: toda riqueza vem da terra, toda riqueza volta a terra. E, por isso, este ciclo de produção deve, segundo o olhar da Virgem, não produzir danos, ou produzir o menor dano, a todos os envolvidos. A semente é plantada, a lavoura é cultivada, o trigo é colhido, limpo e estocado e, enquanto se trabalha, produz-se cultura. E quando o processo chega ao fim, dá-se um tempo, espera-se o tempo, e dá início ao processo mais uma vez, para que se possa aperfeiçoá-lo. É sempre a mesma coisa, mas sempre é diferente, aos olhos da Virgem. Para Virgem, o trabalho é imbatível.

5. A Virgem que está representada nos Céus é Astréia, segundo alguns. A deusa que ensinou aos homens a cultivar a terra e, quando percebeu que os homens faziam tudo errado, maculando a terra com os seus gestos e palavras, retira-se do mundo ruborizada, com vergonha. E, desde então, lá no Alto dos Céus, lembra que a obra é divina, porém imperfeita, por isso conta com todos aqueles para descobrir as suas leis, os seus ritos e sua magia. Aos que a desprezam, o desequilíbrio do corpo e a pobreza.

6. Ptolomeu diz que a Spica é uma estrela de Vênus e de Marte. E, assim sendo, com destinações benéficas e maléficas, ao mesmo tempo. Vênus abençoa o mundo dos que respeitam os ritmos da natureza. Marte é capaz de aplicar a justiça a quem a desobedece. A mesma mão que auxilia os obedientes, marca os impuros.

7. Nativos que a possuem SPICA conjuntas ao Almutem da Carta, ou junto ao Sol, Lua, SAN, são pessoas exigentes e impecáveis. Incorruptíveis, exigirão de si a excelência e o comportamento exemplar em tudo a que se dedicam. Esta é a estrela das figuras exemplares. Fernanda Montenegro, a primeira dama do teatro brasileiro, que jamais de autodenominaria assim, porque a humildade é um atributo desta configuração, tem o Sol conjunto a Spica. E, de fato, Montenegro é um exemplo a qualquer aspirante a ator ou atriz. Fazer o que se deve fazer não é glória alguma, e sim e somente meramente dever, aos olhos da Virgem.

8. Spica destina a colheita. O que se planta, colhe-se. Aliás, este ditado é extremamente saturnino. Mas não é por acaso que Astréia, a deusa ultrajada, também é tida como quem anunciará a volta da Idade de Ouro presidida por Saturno. Houve um tempo onde tudo ocorria sob o signo da perfeição e este tempo um dia corrompido, diz o mito, voltará pelas mãos da Virgem. Então, quando a Spica é vista ascendendo no horizonte é sinal que a colheita deve começar e também prenúncio de que a Ordem do mundo está próxima.

9. Spica, em suma, tem o destino de ensinar à humanidade através do exemplo. Assim como destina a sorte na lavoura porque é impecável com o tempo. “Diversificará em muitas formas uma mesma matéria-prima” (Manílio)

João R. Acuio

‪#‎virgem‬ ‪#‎estrelasfixas‬ ‪#‎spica‬ ‪#‎istoésaturnália‬

Foto de Saturnália - Astrologia & Cidade.

30/10/2015 ‪#‎horóscopo‬ ‪#‎efemérides‬

 

A Lua em Gêmeos fez uma quadratura com Júpiter em Virgem, de quem se afasta lentamente enquanto caminha para a quadratura com Vênus. Júpiter em seu exílio, Virgem em sua queda, ambos no domicílio de Mercúrio.
O trabalho que se abre diante de nós é dever mas também é dádiva, o raio do Juiz separa na terra aquilo que vinga daquilo que é praga. O dia busca agora a Virgem caída, a mulher que tem mais afazeres do que prazeres, o prazer que se tornou um detalhe quase invisível para olhos tão secos num dia que o Desejo é o de olhar o mundo com olhos jovens, no enquanto e nos ecos.
Ainda hoje, a Lua quadra Marte em Virgem.
Muitas atividades confundem o senso de necessidade.
Melhor fazer primeiro aquilo que dá à alma o seu sustento.
A alma alimentada renova o ar dos pulmões.
Hoje é sexta-feira, dia de Vênus.
Bom dia, bom dia.

– Letícia Helena C. Santa Cruz

imagem: John Constable

Foto de Saturnália - Astrologia & Cidade.

29/10/2015

A Lua em Gêmeos caminha em direção à quadratura a Júpiter, Vênus e Marte em Virgem. Virgem está constelada nos céus do mundo. E, por isso, a sensação é de Desordem ampla e profunda. E quem dirá que, no Congresso do Brasil, por exemplo, não está tudo, absolutamente tudo, fora do lugar?
Astréia, a deusa que representa a Virgem nos Céus, está lá no Alto porque ela mesma se retirou da Terra, onde só via desordem, caos e má fé. Não foi Júpiter que a colocou no Alto, foi a própria. Virgem se retirou do Mundo por puro asco da humanidade.
E lá está desde então no Alto dos Céus lembrando a desordem e a necessidade de arregaçar as mangas para colocar tudo em outro patamar de Ordem.
“A sua prosperidade é a minha.”

Foto de Saturnália - Astrologia & Cidade.

29/10/2015 ‪#‎horóscopo‬ ‪#‎efemérides‬

 

O dia começou com a Lua já em Gêmeos. Lua em Gêmeos que se opõe a Saturno em Sagitário.
Quem se distrai muito é ceifado pelo tempo que passa, quem não se distrai nunca sente o peso do chumbo sobre os nervos. O melhor às vezes é brincar com o erro, mesmo após percorrê-lo.
Brincar evita a angústia e fertiliza o solo que é a mente.
Lua dos mil assuntos oposta ao Saturno no signo do conhecimento. Lua dos meninos oposta ao Saturno do ensino.
Lua que se afasta de Saturno e caminha para quadrar Júpiter, aquele que é juiz mas também é o professor.
Dia que repensa qual o tipo de educação o mundo dá àqueles que ainda tem a vida toda para aprender.
A mente do outro sempre será um território estrangeiro.
Não se ensina nada a alguém através do medo.
Hoje é quinta-feira, dia de Júpiter.
Bom dia, bom dia.

– Letícia Helena C. Santa Cruz

Foto de Saturnália - Astrologia & Cidade.